Curva S: como elevar a gestão das empresas de construção civil

Tempo de leitura: 5 minutos

Se você é um gestor, sabe que a busca por otimização de processos e melhoria de resultados é uma constante no dia a dia de uma empresa. Principalmente em tempos de crise econômica no país, é preciso agir estrategicamente adotando maneiras de reduzir custos e aumentar a produtividade para conseguir contornar momentos de recessão econômica.

Existem diversos sistemas de gestão de projetos, mas a Curva S é um recurso que tem sido muito bem aceito entre os gestores na área da engenharia civil. Isso porque sua aplicação tem a finalidade de tornar os projetos mais assertivos, uma vez que possibilitam que o gestor monitore todas as atividades controlando os custos, tempo e recursos.

Continue a leitura e entenda melhor o que é a Curva S, como funciona, as vantagens em utilizar esse recurso, suas aplicações e muito mais.

O que é a Curva S?

A Curva “S” é um documento muito eficiente utilizado para gerenciar projetos.

Ela é representada por um gráfico que apresenta informações sobre a relação “Planejado x Realizado”.

Através da Curva S os gerentes podem ter maior controle do andamento do projeto e conseguem mensurar se cada etapa está sendo executada de acordo com o cronograma definido no planejamento.

Sua representação gráfica permite visualizar claramente os desvios do que foi planejado com o realizado, de forma simultânea.

Por meio do histórico e do status atual, torna possível identificar tendências e gargalos, já que os resultados abrangem todo o ciclo de vida do projeto.

Por que do formato S?

O desempenho das atividades que compõe um projeto de construção civil oscila sofrendo altas e baixas durante a execução. Fatores como objetivo do projeto, recursos de mão de obra, tempo e dinheiro influenciam diretamente no desempenho do projeto.

Geralmente nas fases iniciais de um projeto de construção civil o volume de trabalho é bem menor do que nas fases subsequentes. Por isso, os valores acumulados acabam por formar um gráfico no formato da letra “S”.

Por que utilizar a Curva S?

O objetivo na utilização desse instrumento é de realizar o acompanhamento minucioso dos projetos em todas as suas fases e com isso poder minimizar erros ou desvios significativos no cronograma planejado.

Fazer esse monitoramento tão importante nem sempre é tarefa fácil, principalmente em projetos longos e complexos em que o volume de atividades consome altas somas de recursos financeiros.

Apesar de muitas vezes ser um desafio para o planejador e gerente de projetos medir o andamento das atividades em termos quantitativos, é altamente recomendável realizar, e a Curva S é uma ferramenta muito eficaz e confiável no ramo da engenharia civil para executar essa tarefa.

Seus benefícios partem do princípio do planejamento e controle. Veja algumas das vantagens em utilizar o indicador de gestão Curva S para gerenciar projetos de construção civil:

  • É uma curva única que mostra o desempenho do projeto do início ao fim;
  • Pode ser aplicado tanto em projetos de empreendimentos pequenos e simples quanto nos grandes e complexos;
  • Permite rápida visualização dos parâmetros de planejado x realizado em qualquer fase do projeto;
  • Pode ser aplicado para detalhar informações como quantidade de horas de mão obra, volume de serviço executado, valores monetários;
  • É de fácil compreensão e permite objetividade na apresentação da evolução do projeto;
  • Contribui na avaliação e decisão gerencial sobre injeções financeiras e de recursos no projeto.

Aplicações da Curva S

Muito utilizada no ramo de empreendimentos, a Curva S se mostra uma ferramenta cada dia mais indispensável para acompanhamento de projetos.

Geralmente a Curva S é aplicada com os seguintes objetivos:

  • Planejar a obra, nivelar os recursos existentes;
  • Controlar e avaliar o desenvolvimento dos empreendimentos em função das despesas envolvidas;
  • Gerenciar e administrar financeiramente o empreendimento, bem como as movimentações do fluxo de caixa;
  • Definir os recursos financeiros e programar o tempo necessário para a realização de um projeto;
  • Apurar se o orçamento definido atende ao que foi programado, ou se estão ocorrendo aplicações de recursos acima ou abaixo do previsto;
  • Mostrar a necessidade de um novo planejamento devido à um possível descumprimento de prazos contratuais e/ou de custos planejados.

Curva S aplicada na construção civil

Abaixo você pode ver a Curva S aplicada em alguns diferentes projetos de construção civil, preservando o nome das empresas a que se referem.

É possível notar a variação das metas, realizados e planejados. Perceba que em alguns casos a curva supera ou não atinge o planejado.

Como funciona a Curva S no Power BI?

Agora que você já compreendeu a importância de gerenciar seus projetos, bem como as utilidades da Curva S – torná-los cada vez mais assertivos melhorando a relação custo-benefício, saiba também como a tecnologia do Power BI pode facilitar ainda mais a análise da Curva S.

Isso mesmo, é possível tornar a leitura da Curva S ainda mais fácil utilizando o Power BI.

Você pode acompanhá-la em tempo real através de Dashboards extremamente intuitivos e, dessa forma ter total controle sobre todas as atividades do projeto, custos, previstos e realizados.

O Power BI é uma solução completa, dinâmica e altamente intuitiva que traz para o usuário autonomia para desenvolver Dashboards que possibilitam uma visão de 360 graus dos principais indicadores em um só ambiente.

Além disso, no Power BI disponibiliza todas essas informações em qualquer dispositivo móvel, trazendo muito mais comodidade para consultar sempre que precisar e de onde estiver.

Comece agora mesmo a gerenciar seus projetos com o indicador de gestão Curva S no Power BI.

Quer receber mais conteúdos como esse? Assine nossa Newsletter e receba artigos diretamente no seu e-mail.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *