Com a crise, investir em BI é investir em tecnologia e inovação

Tempo de leitura: 3 minutos

Já há algum tempo, a tecnologia faz parte da realidade diária do mundo corporativo. E em tempos de crise, os investimentos em tecnologia e inovação são ainda mais importantes nas empresas, apesar de muitas vezes serem considerados arriscados.

E ao contrário do que boa parte dos donos de empresa pensam, o investimento em tecnologia não é algo supérfluo, que somente quando a empresa estiver bem financeiramente e longe de situações de crise deve ser pensado.

O que acontece quando se investe em tecnologia em tempos de crise e recessão econômica é exatamente fazer com que a organização consiga se reerguer, se manter estável ou até mesmo crescer indo na contramão da crise, mesmo com os impactos que são quase inevitáveis.

E é sobre como superar a crise por meio da tecnologia que falaremos no artigo de hoje.

Confira!

É preciso identificar as dificuldades e agir com cautela

Junto com a crise econômica vem os sinais de alerta e às vezes até mesmo prejuízos, devido à queda nas vendas, a diminuição de crédito, a elevação de custos, o aumento da inflação e do desemprego. Tudo isso acompanhado de uma gigantesca onda de dúvidas sobre o que fazer para não quebrar e ou não sofrer tanto o impacto gerado.

Por isso, tomar as decisões e providências corretas é fundamental para a continuidade do negócio. E isso só se torna possível se os tomadores de decisão forem capazes de olhar minuciosamente todos os pontos que envolvem seus negócios e a partir disso tenham condições de desenvolver estratégias eficazes.

Nesse momento qualquer passo impensado pode ser arriscado e é nesse momento que entra em cena a tecnologia e a inovação.

Dados, como eles ajudam a enfrentar a crise

Por que investir em tecnologia em uma fase de corte de gastos?

A resposta é simples, o uso da tecnologia adequada gera ações de melhoria, de aperfeiçoamento, tais como otimização de processos internos, redução de custos, aumento da produtividade, aumento da capacidade de gestão, organização de informações e muito mais assertividade nas tomadas de decisão.

Todas essas ações trazem bons ganhos para a organização e são frutos do Business Intelligence, tecnologia inovadora que desempenha um papel muito importante na conquista de resultados consistentes e duradouros, seja em períodos de crise ou não.

Com o Business Intelligence as decisões se tornam mais assertivas e contribuem direta e expressivamente para retomar todo o investimento realizado em tempos de crise.

O que é o Business Intelligence?

O Business Intelligence ou BI é definido como um processo de coleta, organização e análise de dados, que dão suporte às tomadas de decisão no ambiente de negócios, através de soluções gráficas (relatórios, indicadores de gestão e dashboards) dinâmicas e intuitivas.

Tendo em vista que a crise força as empresas a recuarem um pouco nos investimentos, nas contratações, a cortar despesas, a melhor forma de lidar com esse acontecimento é se planejando e, para isso o investimento em tecnologia se faz necessário.

Para quem não tem muito conhecimento sobre o BI, pode considerar arriscado investir nessa tecnologia em um período conturbado como a crise na economia do país. Contudo, é preciso levar em conta que decisões quando são baseadas nos dados reais da empresa, estão muito mais propensas a serem mais assertivas, além de todo o processo de BI contribuir para manter a estratégia organizacional ajudando a empresa a alcançar seus objetivos e se manter em alta no mercado após o período de crise.

Abra a mente e conheça o poder do BI. Utilize seus dados a seu favor.

Entenda mais sobre o BI, leia: Business Intelligence: tudo que você precisa saber!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *